FASE Facebook Twitter
#GuardiõesDosSabores

Papo de Guardião

Veja depoimentos de chefs renomados, agricultores e especialistas sobre a alimentação saudável e a importância dos alimentos e da preservação dos biomas

 

Miguelina - Guardiões dos Sabores
Produto tradicional da baixada cuiabana, a banana pode ser ingrediente para diversas receitas. A partir dela, pode-se fazer doce de banana, farofa, farinha, banana chip, entre outros pratos que, além de deliciosos, beneficiam nossa saúde. A Guardiã dos Sabores Miguelina reitera a importância do PAA – Programa de Aquisição de Alimento, incentivo por parte do governo ao cultivo familiar dessa e de outras frutas.

 

Cidinha - Guardiões dos Sabores
Maria Aparecida dos Reis é agricultora e vê os produtos de sua horta não só como uma forma de sustento, mas também como símbolo de sonho, luta e batalha. Ela sofre inúmeras dificuldades no campo e reforça o quanto iniciativas públicas poderiam contribuir nesse meio, valorizando as culturas e os alimentos tradicionais, além da atuação junto dos consumidores na divulgação.

 

Francisco - Guardiões dos Sabores
Há mais de 60 anos, Francisco atua como agricultor familiar e não utiliza agrotóxicos em suas plantações. A alimentação pura e sem veneno foi um fator importante para que Francisco se recuperasse das doenças que tinha. Hoje, os medicamentos dele estão na própria horta, do seu quintal.

 

Jozair - Guardiões dos Sabores
A maneira com que os alimentos são produzidos influencia diretamente na preservação da cultura dos povos tradicionais e subsistência deles. O Guardião dos Sabores Jozair é indígena e se orgulha em ter uma alimentação saudável e familiar.

 

Cida - Guardiões dos Sabores
A preocupação quanto ao que nos alimentamos não deve se restringir ao agora. A saúde de nossa família depende disso também. Cida tem enorme orgulho em dizer que é uma pessoa saudável e que irá ensinar isso aos seus filhos, netos e bisnetos. Ela plantou uma grande variedade de árvores frutíferas em sua comunidade e preza pelo resgate de espécies.

 

Jocélia - Guardiões dos Sabores
Jocélia destaca a importância da alimentação saudável e sem agrotóxicos. Para ela, o processo de produção dos alimentos começa no cultivo e vai até os consumidores, que também são guardiões dos sabores. A diferença entre a qualidade dos produtos que são colhidos na horta em relação aos comprados no supermercado é grande.

 

Nerio - Guardiões dos Sabores
"Agroecologia é vida", afirma o Guardião dos Sabores Nerio, da ARPA (Associação Regional de Produtores Agroecológicos do Sudoeste Mato-Grossense). Ele produz e comercializa alimentos cultivados de forma adequada. "Somos felizes porque produzimos e o consumidor sente o sabor de um produto orgânico", comenta.

 

Fran Paula - Guardiões dos Sabores
"Todos nós precisamos ser guardiões dos sabores". Fran Paula carrega esse legado com muita convicção e defende seu poder de escolha quanto ao que se alimenta. Além disso, a engenheira agrônoma valoriza a história dos alimentos, o que contribui para a saúde e condição física e emocional dos consumidores.

 

Erica - Guardiões dos Sabores
As mulheres desempenham importante papel na agricultura e, mesmo assim, continuam sendo desvalorizadas em relação aos homens. Erica representa a Associação Regional das Produtoras Extrativistas do Pantanal (ARPEP) e participa da luta para integrar de forma igualitária as mulheres no campo.

 

Cotinha - Guardiões dos Sabores
A educação alimentar é essencial para a formação de nossas crianças. Assim, desde pequenos, vão saber escolher o que é melhor para a saúde, preservar o meio ambiente e a biodiversidade. Cotinha se empenha em transmitir os valores da natureza e dos produtos saudáveis aos pequenos.

 

Maria José - Guardiões dos Sabores
É nosso direito exigir alimentação de qualidade. Preocupada com sua própria saúde e de seu marido, Cotinha não consome alimentos com veneno. Ela luta em defesa de uma agricultura melhor, que priorize o consumidor.

 

Maria Margarida - Guardiões dos Sabores
Enquanto o babaçu é visto como praga no agronegócio, na agricultura familiar ele é utilizado com várias finalidades. Maria Margarida é defensora do fruto e o utiliza para produzir farofa, bolacha, óleo, carvão e até mesmo alimento para o gado.

 

Catarino - Guardiões dos Sabores
Além de ter enorme importância para sua saúde, o consumo de alimentos naturais incentiva a permanência no campo e valoriza o trabalho dos agricultores familiares. Segundo Catarino, para ser um Guardião dos Sabores é necessário preservar a matéria prima e os biomas.

 

Sérgio - Guardiões dos Sabores
Sérgio é um dos autores do livro "Cadeia Industrial da Carne", que aborda as problemáticas do processo de produção da carne e possíveis soluções para essa grande cadeia. São vários os impactos causados pela indústria da carne. Além de prejudicar a saúde dos consumidores, ela ocasiona graves impactos ao meio ambiente e aos modos de vida de agricultores familiares e trabalhadores do setor.

 

Maria Emília fala sobre "carnes processadas" no Futura
A presidenta do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea) e integrante do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE, Maria Emília Pacheco, participou do programa Conexão Futura em novembro de 2015. Ela falou sobre o anúncio da Agência Internacional de Pesquisa do Câncer, da Organização Mundial da Saúde (OMS), que classificou as carnes processadas como produtos que causam câncer e as carnes vermelhas como produtos provavelmente carcinogênicos, ou seja, capazes de estimular o câncer. Além dela, participaram do debate: Samuel Aguiar Júnior, cirurgião oncologista e diretor de tumores colorretais do A.C. Camargo Câncer Center, e a nutricionista Thaís Queiroz.

 

Maria Emília Pacheco – 5 anos da Campanha contra os Agrotóxicos e pela Vida
Maria Emília Pacheco, presidenta do Consea e integrante do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE, fala sobre a importância do Programa Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pronara) nos 5 anos da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, celebrado no 7 de abril, Dia Mundial da Saúde.

 

As Sementes de Angelim
"As Sementes de Angelim" conta a experiência de retomada de terras por quilombolas, após 30 anos de monocultura de eucalipto, o chamado "deserto verde". O território ancestral, retomado há 5 anos, hoje gera alimentos saudáveis. Com imagens e edição de Fabíola Melca e realização da FASE no Espírito Santo, a produção conta com o apoio da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR).

 

Agroecologia e o fornecimento de alimentos
A série Empreendedorismo e Sustentabilidade do Programa Entrevista do Canal Futura recebeu Maria Emilia Pacheco, presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar. Ela falou, entre outras coisas, sobre agricultura familiar, agricultura orgânica e agroecológia expondo suas direnças, confira.

 

Babaçu – Floresta de vida
O filme retrata a vida de agricultores familiares e quebradeiras de coco Babaçu em três estados da fronteira entre a Amazônia e o Cerrado (Maranhão, Mato Grosso e Tocantins) e as populações tradicionais. A obra é uma realização do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) e financiado pelo Fundo Amazônia, por meio do Banco de Desenvolvimento Econômico e social (BNDES), Fundo para o Meio Ambiente Mundial (GEF) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A equipe do cineasta Neto Borges visitou as regiões onde o Babaçu é vida.

Fase no Brasil: Rua das Palmeiras, 90 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - 22270-070
Tel: (55 21) 2536 7350 | fase@fase.org.br | fase.org.br