FASE Facebook Twitter
#GuardiõesDosSabores
Assine o manifesto

Seja um guardião. Cadastre-se e participe.

Queremos alimentos saudáveis nas mesas das nossas famílias. Alimentos que sejam saudáveis tanto para o ser humano como para o planeta. Queremos políticas públicas que valorizem as culturas e os alimentos tradicionais. Queremos a agroecologia em vez do agronegócio.

Queremos ajudar a construir um mundo livre de transgênicos, de agrotóxicos e de outros tipos de contaminação. Um mundo que respeite a vida, os povos indígenas, as comunidades quilombolas e tradicionais. Que preze pelo manejo adequado dos bens da natureza.

Acreditamos que seja viável e vamos cobrar das autoridades competentes que o direito à alimentação adequada e saudável seja uma realidade no nosso país.Queremos segurança alimentar e nutricional para todo mundo.

Criada pela FASE, a campanha tem como objetivo engajar o público e convidá-lo a posicionar-se positivamente em relação à alimentação adequada e saudável, à agricultura familiar e de povos e comunidades tradicionais, à produção de alimentos agroecológicos, ao meio ambiente e à biodiversidade.

Hoje, o agronegócio dita as regras sobre a produção de alimentos no Brasil. Um tipo de agricultura que degrada o meio ambiente, concentra terras, promove violência no campo e o inchaço das cidades, e faz uso intensivo de agrotóxicos e de transgênicos.

Guardiões dos Sabores defende a agroecologia como o melhor meio de produção de alimentos saudáveis, pois esse sistema respeita as identidades sociais e culturais, promove a diversificação dos cultivos, traz benefícios para toda a sociedade e para o planeta, e garante o acesso de gerações futuras a esses alimentos.


A FASE (Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional) é uma organização não governamental, sem fins lucrativos e com sede no Rio de Janeiro. Desde 1961, atua na construção de uma sociedade mais democrática.

Entre seus objetivos estão:

- Avançar na construção de um campo político crítico ao modelo desenvolvimentista dominante;
- Contribuir para um Brasil fundado na plena democracia e na justiça socioambiental.

A FASE atua a partir de quatro causas, fazendo uma leitura global de questões e impasses gerados pelo atual modelo de desenvolvimento. São elas:

Direito à Cidade
Resistência às violações de direitos: por organização popular e cidades democráticas com justiça socioambiental.

Justiça Ambiental
Articulação de sujeitos coletivos e produção de subsídios para a defesa dos Bens Comuns e dos direitos territoriais.

Mulheres
Fortalecimento e constituição de grupos de mulheres com autonomia econômica e como sujeitos de direitos.

Soberania Alimentar
Promoção da agroecologia e exigência do direito à alimentação adequada e saudável no campo, na cidade e nas florestas.

Papo de Guardião

Veja depoimentos de chefs renomados, agricultores e especialistas sobre a alimentação saudável e a importância dos alimentos e da preservação dos biomas.


Que tal fazer um delicioso prato com alimentos típicos do Brasil?

Escolha um dos biomas, crie sua receita e envie para gente. As melhores e mais criativas serão publicadas no livro "Um prato cheio de ideias".

Clique e Participe
Veja as receitas cadastradas
Fase no Brasil: Rua das Palmeiras, 90 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - 22270-070
Tel: (55 21) 2536 7350 | fase@fase.org.br | fase.org.br
Manifesto sobre a comida de verdade*

1- É saudável tanto para o ser humano quanto para o planeta;

2- Garante os direitos humanos e o direito à terra e ao território;

3- Respeita o direito das mulheres e a diversidade dos povos brasileiros;

4- Protege e promove as tradições e as culturas alimentares;

5- É produzida pela agricultura familiar, de povos indígenas, de comunidades quilombolas e tradicionais, e por meio do manejo adequado dos bens da natureza;

6- É livre de agrotóxicos, transgênicos, fertilizantes químicos e outros tipos de contaminações;

7- É minimamente processada;

8- É acessível física e financeiramente;

9- Promove hábitos alimentares saudáveis no campo, na floresta e na cidade;

10- Protege o patrimônio cultural e genético;

11- É produzida em condições dignas de trabalho;

12- Não está sujeita à lógica do mercado;

13- E por isso garante a soberania alimentar.

*Inspirado no Manifesto da 5a Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional à Sociedade Brasileira sobre Comida de Verdade no Campo e na Cidade, por Direitos e Soberania Alimentar.

#Guardiões dos Sabores